30 de julho 2011 as 8:13 am

Itaituba vai ganhar mini hidrelétricas orçadas em r$ 160 milhões

Prefeito Valmir, vereador Peninha e empresários na reunião

Reunião sobre mini hidrelétricas

Com a mineração em alta e os bons ventos soprando favorável para a economia de Itaituba, quanto a altos investimentos futuros, mais um grande evento ocorreu, desta feita uma reunião prévia promovida pela empresa Construtora Brasileira e Mineradora Ltda. (CBEMI), na manhã de quinta-feira, dia 28, no plenário da Câmara de Vereadores.

O tema da reunião prévia teve a finalidade de prestar esclarecimentos a respeito da construção de pequenas hidrelétricas no Rio Itapacurá(PCHS), nas cachoeiras  do Codó e do Ébrio.

O evento de caráter técnico foi presidido pelo vereador Luiz Fernando Sadeck dos Santos (Peninha), autor do requerimento que ocasionou a presença de representantes da empresa no plenário da Câmara. 

Além de lideranças comunitárias, representantes de entidades de classes, secretário e diretores, estiveram presentes o prefeito Valmir Clímaco de Aguiar, secretário de meio ambiente Ivo Lubrina e os representantes da empresa CBEMI, Frederico Reichmann Neto, consultor de energia; Betina Maria de Linhares Santos (engenheira Civil e advogada) e representantes de empresas prestadores de serviços no projeto.

Todo o detalhamento sobre a construção das pequenas hidrelétricas foi explicada num datashow pelo Diretor de Ambiente-Soluções especialista em meio ambiente, Felipe Lavorato. Ele tirou todas as dúvidas a respeito do projeto, apresentando propostas e programas ambientais.

Falando em relação à PCH do Codó, Felipe Lavorato exibiu imagens do projeto, reiterando que a hidrelétrica terá 12 metros de altura, com geração de 15 MW sendo que o reservatório com a conclusão da hidrelétrica irá inundar 2,6 km².

Em relação à outra hidrelétrica também no Rio Itapacurá conhecida por hidrelétrica do Ébrio, a mesma  terá 14 metros de altura com  geração de 23 MW, e capacidade de inundação do reservatório, equivalente a  8,17 km².

De acordo com o consultor de energias da CBEMI, Dr. Frederico Reichmann Neto, o investimento no mega projeto com a construção das duas PCH.s, sairá em torno de R$ 160.000.000,00, sendo 30% recursos próprios da empresa, e 70% serão captados no mercado com empréstimo junto ao BNDES

A reunião que teve início às 10 terminou às 13 horas, aonde no final várias pessoas da plenária fizeram perguntas à mesa, tirando dúvidas. O padre Arno indagou sobre o trabalho nos levantamentos em relação às propriedades.

Sendo explicado que todos os proprietários permitiram o acesso da equipe de pesquisa em suas áreas para o devido levantamento sem registro de conflitos, enfatizando que a empresa vem agindo com toda transparência e todos os donos de terras que já negociaram, receberam o pagamento acordado.

Mas um dos temas mais em voga na mini reunião foi em relação ao retorno social e absorção da mão de local, tendo a empresa assegurado que Itaituba ganhará em todos os aspectos já que a empresa não apenas capacitará, mas empregará grande mão de obra daqui.

No encerramento o vereador Peninha enfatizou que essa prévia que antecede a audiência serviu para dirimir dúvidas e como preparatório à comunidade para uma grande audiência Pública coordenada pela SEMMAP, que será realizada em 60 dias, em data e horário a ser marcados, com amplas probabilidades de ocorrer no próximo mês de agosto.

Por: Nazareno Santos

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>